Cobertor


Cobertores em seu sonho significa traição se suja. Se vai ser evitadas novo e branco, sucesso onde o fracasso é temido, e uma doença fatal através de agências invisíveis.


Você sonhou com alguma coisa e gostaria de interpretá-la? Compartilhe o seu sonho

O seu email não será publicado.

*

8 sonhos - “Cobertor

  1. Eu que eu pula uma enxurrada atravessando a rua e agua esta suja nao muito mais sim suja… E ao pula-la eu dizia eu precisava disto

  2. Sonhei que estava no apartamento do meu namorado e estava lavando umas roupas pra ele,no meio das roupas tinha um manta de bebê rosa com branco,e uma fralda plástica e uma fralda de pano,de repente ele entrava no apartamento com um carrinho,uma cadeirinha de carro de bebê.

  3. sonhei que tinha varias roupas dobradas e cada um pegava uma peça e eu peguei um cobertor azul de bebê,uma moça me falou:viu o que vc pegou?
    ela queria me dize que,eu estava gravida de um menino

  4. Sonhei que estava em minha cama conversando com minha irmã mais velha e havia um cobertor verde estampado de branco e nele tinha muitas pulgas entre as fibras do cobertor, e minha irmã e eu pegávamos as pulgas e as matava, mas eram muitas e não dávamos conta de matá-las .

    Aguardo interpretação , Obrigada

  5. eu sonhei com cobertor vermelho caindo em cima de mim como se tivesse me sufocando

  6. eu sonhei que acordava com frio e fui pegar um cobertor e estava mofado então comecei a procurar e estavam todos mofados até o cobertor das crianças ,o que significa?

  7. oi gostaria saber sonhei que eu caia duma ponte agua estava muito suja debaixo da ponte,eu caia enrrolada num cobertor marrom listrado com preto.

  8. Sonhei que estava a dormir (a mim pareceu-me que não estava bem a dormir) e com a cabeça virada para o lado equerdo r de barriga para baixo tive a sensação que algo me tocou do lado direito e dei um sobressalto e de repente os meus cobertores me apertavam, como se pusessem debaixo de mim e me fossem oprimindo. Depois tentei me livrar dessa angustia e virei a cabeça para o lado direito e fazia uma careta de revolta não sei para quem, tipo cerrar os dentes, mas não sei se na realidade fiz isso mesmo. Depois tornei a voltar a cabeça para o lado esquerdo e vi que tinha uma ovelha branca em cima da cama e com medo dela sentei-me empurrei-a para fora da cama e ela desceu e desapareceu. Lá voltei a deitar-me e angustiada tentei esticar o braço para acender a luz do candeeiro e o braço estava tão pesado que quase não conseguia levanta-lo do colchão e nem tocar no botão para acende-lo, mas lá consegui. Com isso acho que acordei, digo acho, porque não sei bem se isso foi tudo a dormir pois fiquei com a sensação que não estava em sono profundo. Ao acordar reparei que a luz continuava apagada e deixei de sentir essa angustia, mas inquietou-me muito essa sensação e não consegui dormir lá muito bem até a hora de ir trabalhar